Aplicações Multimédia e Videojogos


Fascinante, dinâmica, interactiva e multifacetada, a licenciatura em Aplicações Multimédia e Videojogos da Universidade Lusófona visa o aprofundamento na formação teórica e prática, especializada e profissionalizante, de natureza tecnológica e artística, para a produção de jogos, criação artística, programação, game design e comunicação multimédia.


Game Design // Game Art // Game Programming // UI/UX Design // 3D Modelling // Visual Culture // Interactive Apps


Os alunos da licenciatura em Aplicações Multimédia e Videojogos acedem a espaços laboratoriais equipados com a melhor tecnologia para desenvolvimento de jogos (3D Workstations, VR Kits, Motion Capture Studio, Animation Lab, Editing Lab, Game lab), participam em eventos de específicos videojogos e produzem jogos que os projectam para o mercado de trabalho ou de investigação.


A combinação de professores com uma prática de trabalho no mercado nacional e internacional, com os de maior perfil de investigação académica, faz desta licenciatura da Lusófona uma experiência amplamente enriquecera, no método, no rigor, no talento e na paixão.


Aqui, és desafiado para fazer o teu jogo. Queremos que o teu talento, esforço, loucura e dedicação sejam orientados para obteres resultados aqui e por esse mundo fora!



Para mais informações consulta a página oficial da licenciatura do site da Universidade Lusófona.


QUEM SOMOS NÓS

DCAM/ ULHT

Somos uma jovem e vibrante escola de comunicação, trabalhando em diversas áreas disciplinares em torno do tema da comunicação, com um foco claro sobre a exploração de novos territórios de convergência entre as ciências sociais, artes criativas e tecnologias de informação. Pertencendo ao dinâmico Departamento de Cinema e Artes dos Media (DCAM) da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, estamos muito satisfeitos em poder receber alunos ávidos por adquirirem conhecimento e desenvolverem competências para o desenvolvimento de projectos marcantes para a Ciência e Cultura dos videojogos.

Bem-vindo a Lisboa!


Universidade Lusófona

A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias é a maior Universidade privada em Portugal e é parte integrante do subsistema particular e cooperativo do ensino superior português.

O nome da Universidade deriva da expressão "Lusofonia" que designa o espaço cultural e linguístico comum demarcado pelo uso da língua portuguesa. A Universidade Lusófona assume-se com a instituição responsável pelo desenvolvimento científico, cultural, social e económico deste espaço geográfico e linguístico com mais de 200 milhões de habitantes.

A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias tem como missão central contribuir através das suas atividades de ensino e investigação para o desenvolvimento científico, cultural, económico e social de Portugal e de todos os países onde se fala a língua portuguesa.

Em ordem à prossecução destes objetivos a Universidade desenvolve atividades de formação, investigação e prestação de serviços nas mais diversas áreas do conhecimento relevantes para a sociedade, e procura constantemente e de forma ativa constituir-se como um parceiro válido e imprescindível para todos aqueles que, como ela, acreditam que a formação superior e o conhecimento são os principais elementos impulsionadores do desenvolvimento e progresso da nossa sociedade.


O Departamento de Cinema e Artes dos Média (DCAM) apresenta-se como um projecto universitário inovador no panorama português e no espaço europeu de ensino universitário.

Está dirigido ao desenvolvimento da formação em todos os níveis de ensino superior, licenciaturas, mestrados e doutoramentos, e para o qual dispõe de diplomas reconhecidos numa alargada área dos saberes já consolidadas e de novas disciplinas. Integralmente organizado segundo as regras do Tratado de Bolonha, o DCAM é uma unidade orgânica pioneira em Portugal ao articular no mesmo espaço científico, pedagógico e experimental os estudos em:

  • • Comunicação e Humanidades;
  • • Arquitectura, Urbanismo, Artes e Design;
  • • Multimédia, Cinema e Vídeo;
  • • Engenharia Informática e sistemas de informação.

A estratégia de formação do DCAM, altamente articulada, rigorosa e integrada, cria as condições necessárias e indispensáveis para que os estudantes possam responder criativamente aos desafios provenientes da sociedade de informação e do conhecimento. A tendência crescente para a globalização desaconselha a separação artificial da formação tecnológica e profissional, da formação nos diversos ramos das ciências da comunicação, bem como da formação em artes e design, à formação em sistemas de informação e em arquitectura, tendo como objectivo último a criação de um conjunto de sinergias ímpares no contexto nacional.

No centro dos seus objectivos está o dotar os alunos com competências que lhe permitam a autonomia e a criação de novos saberes, tendo-se mostrado até agora como um local de grande empreendedorismo.

Sem nunca perder de vista a especificidade de cada área de saber, o DCAM constitui um espaço formativo de grande amplitude onde se fornecem diversos saberes complementares, tanto a nível horizontal, entre os diversos ciclos de estudos do mesmo nível, quer a nível vertical, na possibilidade de integração dos seus estudantes nos diversos graus que confere. Os seus estudantes obtêm uma formação que lhes possibilita fazer face, de forma excelente, a um espaço cada vez mais competitivo e alargado como é a Europa, não se descurando, todavia, de munir os alunos com conhecimentos que lhes permitam ter uma intervenção do espaço lusófono.


O DCAM alia a formação graduada e avançada, a investigação e a prestação de serviços à comunidade, o apoio à profissionalização e ainda a promoção de actividades culturais e científicas, procurando que estejam sempre em correspondência com as necessidades da sociedade civil. Um exemplo disso é a existência no seu seio de uma Incubadora Criativa e Tecnológica – PLAY – Projects Lab Alliance for You

Para cumprir os seus objetivos, o DCAM dispõe de uma equipa de docentes altamente qualificados e em formação permanente, bem como de três Centros de Investigação acreditados junto da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: Cic.Digital/Pólo CICANT, Copelabs e LabArt, que cobrem as diversas áreas científicas da sua formação. A Escola dispõe ainda de três revistas científicas, Caleidoscópio: Revista de Comunicação e Cultura, Kino – international journal of film and media arts e Revista de Lusófona de Arquitectura e Educação.



LOCALIZAÇÃO

A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias situa-se no Campo Grande, bem no centro de Lisboa, junto a um dos mais bonitos jardins da cidade e com acesso privilegiado a transportes.

Lisboa é uma das capitais da Europa que oferece maior hospitalidade aos seus estudantes através de um clima mediterrâneo que favorece um acolhedor ambiente para visitar grandes monumentos históricos e vivenciar a actualidade cultural, artística e produtiva de uma importante capital europeia.